terça-feira, 25 de março de 2008

Vamos à escola

Uma professora foi agredida na escola Carolina Michaëlis, no Porto, após ter retirado o telemóvel a uma aluna dentro da sala de aula. O vídeo da pancadaria foi colocado no Youtube, e conta já com inúmeras visitas e comentários.

Eu não vejo qual é o mal em uma aluna querer dar um enxerto de porrada numa professora. Aliás, até acho bem! Até a Maria de Lurdes Rodrigues já deve ter pensado nisso. Agora, fazer tanto alarido por causa de um telemóvel? Se fosse por um bilhete do Rock in Rio ou por um jantar na Trindade… Agora, por causa de um telemóvel?

Não, agora a sério! Como é óbvio, condeno totalmente a atitude desta menina mimada, parva, estúpida, ignorante e mal-educada! O cerne da questão reside na educação ou, neste caso, na falta dela. Há quem peça mais autoridade para os professores, mais submissão por parte dos alunos… E os pais? Será que estes, em vez de se dedicarem à “crítica governamental” não deveriam dedicar mais tempo aos seus filhos? Talvez lhes pudessem ensinar o significado de palavras simples mas essenciais, como respeito, educação…

Não sou um opinion maker, não movo multidões, nem sequer sei se os meus textos são lidos por muita gente, mas paremos de criticar sempre o governo porque fez isto ou não fez aquilo. A sociedade não é composta apenas por Primeiro-Ministro, Ministra da Educação, Ministra da Saúde... Caso ainda não tenhamos percebido, a sociedade somos todos!

Acho que muitos de nós deveriam voltar à escola para aprender muitas coisas que se foram perdendo. E até podemos aproveitar as novas tecnologias e gravar as aulas num telemóvel. Pode ser que assim não cometamos os mesmos erros.

1 comentário:

k[at]chume disse...

Mai nada. Subscrevo.