sexta-feira, 19 de junho de 2009

Fica na TVI, fáxabor

José Eduardo Moniz foi à televisão dizer que não é candidato à presidência do Benfica. Ora bolas, também tenho de ir à televisão. É que eu também não sou candidato!

6 comentários:

Pedro Pinto disse...

Mesmo. Mas por acaso esteve bem no "Diga lá Excelência", conseguindo, por vezes, dar a volta às perguntas do José Manuel Fernandes...

É um homem muito inteligente, pena usar essa inteligência para continuar a apostar numa pivot que dá vómitos só de a ouvir. Nesta sexta, na parte final ela não perguntava nada ela dizia: "O Governo fez um péssimo trabalho. O Ministério da Educação é uma treta e é normal que os portugueses optem por outro partido."

Foi qualquer coisa do género. O que é certo é que ela não fazia perguntas, ela metia-se no meio dos comentários e mandava as suas postas... Enfim.

Abraço!

rubrica-maltratada.blogspot.com

André Pereira disse...

José Eduardo Moniz é um grande líder. No entanto, não o queria agora para presidente do Benfica pelas mesmas razões que ele apontou - essencialmente por ser "muito em cima". Nem tem tempo para conhecer a sua própria equipa. Aqui entrou o jogo sujo de Luís Filipe Vieira, como foi óbvio. E espero que seja castigado. Mas para a semana que vem falaremos melhor deste assunto.

Grande abraço

Pedrito07 disse...

O LFV fez jogo sujo sim. Mas sinceramente entre uma lista e outra...

Se de um lado estão as falcatruas do LFV e o bêbado do Vilarinho que não sabe o que diz, do outro está Manuel Damásio, Veiga, e Fernando Tavares que infelizmente tive a oportunidade conhecer pessoalmente e lidar durante 2 anos e é dos maiores cancros que existiram no Benfica.

Sem que nenhuma delas seja aquilo que interessa ao Benfica, a do LFV penso que será a menos má.

Há já vários anos que o Benfica está minado de incompetência e de tachos. Era necessário alguém com presença e pulso forte (existem algumas pessoas embora as suas actividades profissionais não possibilitem isso, se calhar o José Eduardo Moniz) com uma lista totalmente renovada, que afastasse da direcção mais de 70% das pessoas que estão ligadas neste momento ao clube (todas as modalidades). Só assim poderíamos sonhar com um regresso do grande Benfica!

Pena mesmo, tenho de o Jesus não ter aceite o Diamantino e o Chalana para adjuntos...perdemos a oportunidade de ter uma das duplas mais espectaculares de sempre: Jorge Jesus e Fernando Chalana no banco, era algo que nem nos meus melhores sonhos. Só de imaginar conferências de imprensa com estes dois...

Fico à espera do post sobre as eleições!

Abraços


www.myspacecenter.blogspot.com

Pedro Pinto disse...

Dizem que as eleições ainda poderão ser em Outubro. Gostava mais de ter o José Eduardo Moniz na Presidência do que o LFV, como é óbvio. Mas para mim o candidato perfeito seria o Bagão Félix. Acho que era a pessoa indicada para o cargo. Contudo também ele não teria tempo para organizar uma candidatura com pés e cabeça para estas eleições.

Abraço


rubrica-maltratada.blogspot.com

Pedro Pereira disse...

Bem, com isto tudo, vemos que o Benfica tem mudado muito nos últimos anos. Há cerca de 2 meses escrevi um texto em que dizia que o Benfica foi dos clubes que mais lutou contra o regime fascista e que era um exemplo de democracia. Hoje constato o contrário. Não pela instituição em si, mas por meia dúzia de "macambúzios" que mandam, sobretudo LFV. É pena, acho que o Benfica, como clube do povo que é, merecia dirigentes com mais humildade e que fizessem as coisas com mais transparência e desportivismo. Paciência.

Despeço-me com Saudações Leoninas

André Pereira disse...

Na minha opinião, o Luís Filipe Vieira foi o homem certo na altura certa. Vale e Azevedo deixou o clube na lama e alguém tinha que o tirar de lá (ao clube, claro. O Vale e Azevedo pode lá ficar). Luís Filipe Vieira fez isso. Conseguiu recuperar o bom nome do Benfica, equilibrar as contas e construir uma imagem forte. Agora, a fase é outra. Depois da casa arrumada, há que começar a decorá-la. E LFV não tem essas características. É necessário alguém que saiba representar o clube em todas as instâncias e, como sabemos, LFV não tem esse perfil. O Benfica precisa de uma liderança forte, rígida e a uma só voz. Isso não acontece. Agradeço ao LFV mas não terá o meu voto.

Abraços